segunda-feira, 16 de março de 2009


Excesso de curry provoca curto circuito cerebral em criativos da Índia.

Caros visitantes desse blog viril e varonil, a Índia possui uma das culturas mais antigas do mundo. Dizem que tem mais de 4.000 anos. Existem mais de 1.652 línguas vernáculas e 67 de ensino escolar em diversos níveis.O hindi é a língua oficial do país mas existem mais 15 línguas oficiais regionais: assamês, bengali, gujarati (ou gujerat), hindi, kanara, caxemira, malaiala, marathi, oriya, pendjabi, sânscrito, sindhi, tâmil, telugu, urdu. Religiões são mais ou menos umas cinco: Ajainismo, sankhya e ioga, bramanismo, budismo, tantra. Correndo por fora ainda pode-se citar o islamismo e o cristianismo. Enias também são muitíssimas fazendo do país um fascinante caleidoscópio humano. Bem, por mais que nós, ocidentais, tentemos entender as nuanças dessa instigante cultura ainda estamos muito longe de decifrá-la a contento. Ainda somos ignorantes em matéria de Índia. Creio que essa ignorância nos impede de compreender esse estranhíssimo anúncio vindo de uma agência da Índia. Uma galinha aparece com um dos pés preso em uma grade de ferro no chão. Não há texto nenhum no layout só a foto de uma escova de dentes na parte inferior da peça. Essa bizarra imagem é pra dizer que a tal escova de dentes tira qualquer alimento agarrado entre os dentes? É isso? Arrisco dizer que sim. Mas o anúncio é muito hermético, difícil de ser interpretado. O que esses caras tinham na cabeça? Aposto que comeram tanto curry que a substância deve ter provocado algum seríssimo curto circuito cerebral. Quem tiver uma outra explicação mais sensata pra essa imagem por favor, nos ilumine!!

8 comentários:

A Luz... disse...

Pois bem, vou iluminá-los:

Sim, é para dizer que a escova tira alimentos presos no dente. A metáfora procede, e é conveniente no universo da propaganda. Qualquer substância com um QI superior a 0,0007 entende isso. Acho que a execução poderia ser 1000000x melhor. Mas a idéia é perfeitamente premiável e compreensível.

Acho que precisamos de uma propaganda mais renovada e diferente do que temos visto. Chega de sacadinhas e idéiazinhas. Temos que causar sensações diferentes. A velha propaganda morreu. Salve o pensamento diagonal e contrário.

Não tenham medo do novo. Isso é novo. E, com segurança, é bom.

Respeita o galo! disse...

Se você é a luz,deve ser então um vagalume. Aquele bicho que carrega uma lâmpada no cú!



Anúncio não é charada!

O cara complicou o anúncio só para disfarçar o que está evidente:não há ideia nessa porra.

Colocar galinha com o pé preso em um bueiro para falar de uma escova de dentes é dar uma volta gigantesca para chegar em lugar nenhum.

Bom? Bom é o frango assado que a minha mulher faz.Isso aí não passa de anúncio de publicitario incompetentes feito para publicitarios incopetentes. Resumindo, titica de galinha...

As Trevas disse...

Sou completamente a favor da propaganda inovadora, do diferente, da porra louquice e de gorila tocando bateria pra vender leite... Mas isso aí... É terrível! Acho, que saudar um anúncio só por que ele diferente de tudo que se tem visto não quer dizer que ele é bom. Afinal de contas fazer algo completamente diferente do que se tenha sido visto é fácil... Nunca usaram um porco numa forca pra vender fio dental, nem um jumento com o biquine enfiado no cú ou um anão japonês por exemplo.. Coisas que ninguém nunca viu, mas que como o anúncio deste galinácio do infame também estão longe de uma boa propaganda. Ser diferente é uma obrigação criativa. Fazer algo diferente e com uma mensagem compreensiva e vendedora é que separa os galos dos franguinhos.

A CRIANÇA MALVADA!!! disse...

EI, SEU "A LUZ...",
QUE IDIOTICE O SR. QUIS DIZER COM A EXPRESSÃO "o pensamento diagonal e contrário"??? QUE PORRA DE EXPRESSÃO RIDÍCULA E BLASÉ É ESSA? TÁ MALUCO, MEU IRMÃO??
CARALHO...É CADA CRETINO QUE APARECE POR AQUI FALANDO MERDA...

Leandro Werneck disse...

Sem comentar a posição da sombra né... rs
e se tem um link de boca com esgoto, oque faz a escova de dente?

marcelo disse...

isto chama-se publicidade pós-moderna, que vem após o modernismo. o modernismo defendia que a forma era decida pela função, a utilidade era a máxima desses senhores. agora no século XXI da Índia chega-nos este exemplo de publicidade pós-moderna, que contraria a tendência de dar um significado a tudo, o que não deixa de ser estranho se tivermos em conta que a Índia nunca passou sequer pelo modernismo.

Richard disse...

JARE BABA!!!!!

Richard disse...

Leandro, a sombra tá certa sim... um pouco dura, mas tá no mesmo angulo.
O que não dá pra entender é a galinha como metáfora de alimento preso nos dentes, na Índia não são todos VEGETARIANOS?!!?!?! TIC RE