segunda-feira, 26 de novembro de 2007

Um prédio usando um laço de fita????

O fim de ano se aproxima e com ele se inicia o vagalhão de cretinices publicitárias explorando os mesmos surrados símbolos natalinos. É uma profusão de Papais Nóeis, trenós, sinos, guirlandas, pinheirinhos, neve, bonecos de neve (em pleno "País Tropical"), presentinhos, crianças usando gorros, anõezinhos que só são contratados no final do ano para bancarem os ajudantes de Papai Noel... Uma nojeira só. Esta peça de fim de ano para a Construtora Borges Landeiro explora o clima natalino de forma bizarra e inacreditavelmente grosseira. Tem um jeitão descarado de que foi feita às pressas devido ao raciocínio visual raso, pobre e a esterilidade criativa que permeia o texto. Um prédio usando um laço de fitas????????? A Propaganda especializada no mercado imobiliário não é reconhecida como criativa e arrojada mas tascar prédios com fitas gigantes no terraço já é demais da conta. É um escárnio. São objetos com proporções diferentes demais e qualquer tentativa de montagem resulta fatalmente em desastre. Essa fusão é infantil demais, bobinha demais. Já que dizem por aí que Natal é tempo de renovação, o cliente deveria, então, buscar uma agência nova imediatamente. E os publicitários responsáveis pelo prédio com fita não deviam entornar Sidra vagabunda antes do expediente.



5 comentários:

PaulOOctário disse...

Quanta preguiça para fazer um anúncio!Até eu construíria um raciocínio melhor.

PaulOOctário disse...

Caros concorrentes da Borges Landeiro, quero pedir desculpas pelo meu comentário acima.Não fiquem chateados, foi apenas uma crítica construtiva.

A CRIANÇA ENFEITADA!!! disse...

Para cada sonho, um Bosta Rasteiro! Para cada cópia de anúncio cretino como esse, um chute na boca dos publicitários (ou micreiros...) que tiveram essa idéia digna de uma rato de esgoto!
Filhas das putas!!!

Gustavo Dourado disse...

Daí eu já devo discordar. Tá, o desenvolvimento da idéia foi péssimo, o leiaute tá péssimo, a fita tá feia...

Mas aposto que você adorou quando a VISA envelopou um prédio com papel de presente.....

Anônimo disse...

essa idéia é um arrasa-quarteirão.