sexta-feira, 25 de maio de 2007

A maldição

Paira como uma estranha maldição sobre as agências de Brasília a mania recorrente de utilizar-se o traçado do Plano Piloto nas formas mais absurdas em anúncios de aniversário da cidade. O desenho de Niemeyer já se prestou aos papéis mais descabidos e ridículos que se possa imaginar. Nesta peça de uma concessionária - que chegou a nossas mãos graças à denúncia de um blogueiro amigo -, o plano Piloto foi transformado em um horroroso estacionamento de Mercedes. Além da repisada e manjadíssima muleta visual que é o desenho do Plano Piloto, a agência, desvairadamente, saiu clonando os carros só pra cobrir os traços. Ao contrário da genialidade dos monumentos saídos da pena de Niemeyer, o anúncio é um inapelável monumento à preguiça criativa, à pressa, ao amadorismo e à "Tabajarice".

8 comentários:

papai paloso disse...

discordo!! Trata-se de um anúncio “in“, vanguardista e de extremo bom gosto. É experimental, dentro do briefing e altamente ousado e arrojado. Vou indicar o diretor de arte da peça imediatamente. Paira por todo o anúncio o critério de um profissional antenado e sensível às novas linguagens. Contrata o cara agora! Citaria grandes nomes neste momento. Petit, Zaragoza, Lorente, Bogusky. Grandes nomes da propaganda ficariam de joelhos ao ver este exemplar ímpar que mistura arte e comunicação.

Ôooooh mais é!!

clodovil disse...

adorei seus comentários.
duríssimos!

David disse...

relamente bem ruim... hehehe

mas o desenho é de Lúcio Costa...
Niemeyer arquitetou a cidade.

O PAI MALVADO! disse...

Meu filho de 10 anos, Croydervandyson, estava brincando na sala com seus carrinhos em miniatura e, casualmente, jogado no chão, também havia um mapa do Plano - Piloto. Quando percebi, meu filinho tinha arrumado seus carros em cima do mapa tal qual a figura desse anúncio.
Pai preocupado e consciente que sou, quando vi esse inusitado arranjo, sentei ao lado de Croydervandyson, abracei-o calmamente e apliquei-lhe uma forte e eficiente sapatada na cara para ele deixar de ser imbecil!
Foi dormir sem jantar e eu, pai presente e preocupado que sou, soube, naquele exato momento, que o tinha educado de verdade para sempre pois, para o resto de sua jovem vida, ele saberá que não poderá fazer absolutamente nada parecido com a MERDA ASQUEROSA desse anúncio concebido por algum demente sem cérebro!

cola benzina disse...

O anúncio é igual a cidade: uma merda.

Anônimo disse...

Boçal, antes de escrotizar as peças dos outros, faça melhor (aposto que sua pasta consegue ser pior que o conteúdo do blog), ou pelo menos saiba do que está falando. O desenho do plano piloto não é do Niemeyer, é do Lúcio Costa. Esse blog é ridículo, pobre.

Anônimo disse...

"Ridículo, pobre"...ui, nega, noooooooooooooooooossa, como vc é má, bofe!

Bernardo disse...

Na boa..gosto do blog..gosto mesmo..adoro quando você critica os publicitários paulistas que só utilizam o senso comum para tratar de Brasília..e como eles conhecem pouco de Brasília.. Agora falar que o traço do plano piloto (avião) é do niemeyer é foda hein..
O projeto do plano piloto é de Lucio Costa!