sexta-feira, 9 de março de 2007

Shit happens!




Publicitários sempre se serviram de humor e exagero pra confeccionar anúncios memoráveis, mas nestas peças da excelente e renomada DPZ - São Paulo para o Papel Higiênico Neve o que prevalece é somente uma incômoda e triste esquisitice. O personagem bizarro do mordomo empreende esforços sobrehumanos para entregar rolos de papel higiênico em cenários pra lá de estapafúrdios (Nem forçando muito conseguiríamos rir da piada de se cagar no espaço e usar o tal do Neve, né?). O título "Ninguém consegue ficar longe da maciez de Neve" não convence sequer uma criança de 4 anos. As imagens bobinhas (a razoável produção esconde uma fragilidade criativa enorme) sugerem um raciocínio visual muito primário, desprovido de sutileza. O mordomo, sobrando que nem chuchu na janta em todas as situações, provoca mais comiseração que simpatia. Conclusão: agência boa também faz merda. Isso é mais antigo do que cagar sentado.

6 comentários:

Mordomo James disse...

Eu gostei do cachê.

eugenio mohallem disse...

o título do astronauta poderia ser:
'houston, we have a problem'
hehehe, q merda

Lourdes Maria disse...

Os dois últimos textos estão bem bacanas. A crítica que fiz no penúltimo post foi realmente pq visito o blog e acho a proposta muito interessante, ou seja, minha intenção era apenas somar. Parabéns também pela coragem de postar peças de agências grandes como a dpz. Essa campanha do papel higiênico é realmente um grande cocô.

Anônimo disse...

Aeeeeeeeeeê!!Chupa Sivuca!!!

borat disse...

Haja papel pra limpar essa diarréia mental.

A Criancinha Malvada! disse...

Pô, eu também não conseguia ficar longe do Neve igual pregam essa série de anúncios "espetaculares! No meu cuzão só passava Neve! Tinha o maior orgulho disso! Caguei? Neve no meu bozó, minha gente! Mas depois de ver esse mordomo ridículo em várias situações diferentes e canhestras resolvi para de comprar esse papel! Sério, os criadores desse equívoco em forma de anúncio conseguiram o efeito contrário!Agora eu cago e fico sem limpar o rabo, só de raiva de ver esses anúncios de MERDA! Isso mesmo: agora combato MERDA com MERDA!