sexta-feira, 2 de março de 2007

Anúncio do caralho

O mau gosto inquestionavelmente não é exclusividade dos brasileiros. Nossos colegas alemães, em algum dia de grande tesão pelo trabalho, conceberam estes pênis gigantes humanizados. Pênis gigantes humanizados? Como duas pessoas concordam que isso é bacana? Como o diretor de criação aprova? E o cliente? Para chegar ao cúmulo da bizarrice, depois de tudo isso o anúncio ainda é premiado pelo anuário europeu Epica, um nome, aliás, muito apropriado para receber tal pérola. É muita cara de pau. Literalmente.

5 comentários:

Criança Malvada disse...

NÃO HÁ SANTO NO MUNDO QUE ME CONVENÇA QUE ESSE ANÚNCIO (tá, vamos fazer de conta que isso é um anúncio, ok?) NÃO FOI CRIADO POR DOIS PEDERASTAS DROGADOS QUE PUSERAM LSD NA CAIXA D'ÁGUA DA AGÊNCIA PARA ESSA PEÇA ESCABROSA CONSEGUIR SER APROVADAS E AINDA ESSES DOIS TRAVESTIS DE MERDA NÃO SEREM DEMITIDOS SUMARIAMENTE!!!
O PUBLICITÁRIO SER BAITÔLA DESSE JEITO NÃO É NEM O PIOR: O TRISTE MESMO ESTÁ EM ALGUÉM PENSAR EM UMA PEÇA TÃO CANHESTRA COMO ESSA E AINDA TER A CARA DE PAU (desculpe o trocadilho) DE MOSTRAR ESSE TRAPO SUJO PARA OS OUTROS!TINHAM QUE SER GUILHOTINADOS ESSAS DUAS BICHINHAS MEDÍOCRES! (OU, NESSE CASO, SERIA "CASTRADOS"???)

uia disse...

caracas... tá certo que o "anúncio" em questão não passa nem perto de ser péssimo, e que os posts fazem jus às gargalhadas que dou. Mas os comentários homofóbicos são piores que a qualidade do anúncio hein... Não é querendo defender a classe não, mas temos que respeitar TUDO. Afinal de contas, publicitário tem q se despir de todo e qualquer preconceito.

Anônimo disse...

enfiem esses anúncios no BoCÚ!

Anônimo disse...

Cara, tem tanto "cara de pau" por aí que não duvido nada que alguém ainda tenha coragem de "chupar" esse anúncio. É tanto anúncio pra meter o pau que a gente não sabe em quem mete primeiro. São tão ruins que a gente precisa de uma caralhada de trocadilhos infames pra comentar.

luiza disse...

credo!
diga aí, quem fez essa coisa?!
que briefing provocaria tal criação?
com qual objetivo essa cafonice foi publicada? que foi para o público gay isso é óbvio. mas só alguém muito sem noção de ridículo pararia para observar essa porcaria. não consigo imaginar o que poderia justificar essa peça. absolutamente nada!