quarta-feira, 28 de fevereiro de 2007


Ninguém sabe onde vão parar as agressões contra a natureza. A aparição de um ser mutante com corpo de pato e cara de cachorro em revistas de grande circulação causou sensações fortes no público: náusea, pânico, horror. Alguém usou seu poder de manipulação digital para o mal. E pronto, nasceu um monstro. Moral da história: Assinatura de revista especializada: R$ 800 com MasterCard. Anuário de propaganda: R$ 300 com MasterCard. Cursos e seminários de Propaganda: alguns milhares de reais com MasterCard. Mensalidade da faculdade de comunicação Social: R$ 800 por mês por uns 4 anos. Jogar fora todo o investimento do seu pai na sua formação: não tem preço.

2 comentários:

Anônimo disse...

é a coisa mais bizonha que já vi.

Criança Malvada disse...

A peça "PATOCÂO" é criação da dupla JUMENVALO (Jumento + Cavalo), Diretor de (anti)Arte e BURREBA (Burro + Ameba), Re-dabunda!
-Preço da lobotomia no já minúsculo cérebro de samamabaia de plástico de JUMENVALO:
R$ 10 mil reais
-Preço do supletivo onde BURREBA não conseguiu passar:
R$ 1 mil reais
-Saber que existe uma dupla tão medíocre que nem essa no mercado e que tem gente (?) na Mastercard que aprova esse tipo de merda: NÃO TEM PREÇO...